segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Cultura de paz

(Ilustração: pomba da paz de Picasso)


Manifesto 2000 por uma Cultura de Paz e Não-Violência

Em 1998 , por ocasião da celebração dos 50 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos em Paris um grupo pessoas que ganharam o Prêmios Nobel da Paz se reuniu e criou o "Manifesto 2000 por uma Cultura de Paz e Não-Violência".
O Manifesto 2000 por uma Cultura de Paz e Não-Violência não foi criado para ser enviado especialmente à alguém mas foi sim uma declaração de cada pessoa que o assinou que se comprometia a criar uma cultura mais pacífica em seu espaço de convivência.
Reconhecendo a parte de responsabilidade ante o futuro da humanidade, especialmente com as crianças de hoje e de amanhã, EU ME COMPROMETO - em minha vida cotidiana, na minha família, no meu trabalho, na minha comunidade, no meu país e na minha região a:

RESPEITAR A VIDA. Respeitar a vida e a dignidade de cada pessoa, sem discriminar nem prejudicar;

REJEITAR A VIOLÊNCIA. Praticar a não-violência ativa, repelindo a violência em todas as suas formas: física, social, psicológica, econômica e social, em particular ante os mais fracos e vulneráveis, como as crianças e os adolescentes;

SER GENEROSO. Compartilhar meu tempo e meus recursos materiais, cultivando a generosidade, a fim de terminar com a exclusão, a injustiça e a opressão política e econômica;
OUVIR PARA COMPREENDER. Defender a liberdade de expressão e a diversidade cultural, privilegiando sempre a escuta e o diálogo, sem ceder ao fanatismo, nem à maledicência e ao rechaço ao próximo;

PRESERVAR O PLANETA. Promover o consumo responsável e um modelo de desenvolvimento que tenha em conta a importância de todas as formas de vida e o equilíbrio dos recursos naturais do planeta;

REDESCOBRIR A SOLIDARIEDADE. Contribuir para o desenvolvimento da minha comunidade, propiciando a plena participação das mulheres e o respeito dos princípios democráticos, com o fim de criar novas formas de solidariedade.
.

2 comentários:

A estranha disse...

Se todos pensassem assim seria uma maravilha, mas as pessoas estão interessadas somente no que diz respeito a elas mesmas... uma pena. Seus assuntos são ótimos Carlos! Beijo

Carlos Luz disse...

oi Marisete.. obrigado.. mas continuo sem ter acesso ao teu blog... não sei pq...
beijão