terça-feira, 6 de maio de 2008

O Lar dos Velhinhos precisa de sua ajuda

Peça publicitária da campanha em prol do Lar dos Velhinhos

Na edição de hoje, o jornal Gazeta do Iguaçu traz matéria divulgando a campanha de solidariedade ao Lar dos Velhinhos, instituição que atende 73 idosos, oferecendo alojamento, alimentação, fisioterapia e atendimento médico, através de uma equipe de 20 funcionários. A situação da entidade sempre foi crítica e por isso precisa da ajuda da comunidade.
A matéria é assinada por Daniela Valiente, com fotos de Roger Meireles. Leia a seguir alguns trechos da reportagem:

Publicidade chama atenção da comunidade para instituição


(Daniela Valiente; fotos de Roger Meireles)


Quem abriu a Gazeta da última segunda-feira e provavelmente a desta próxima semana, vai se deparar com um anúncio de página inteira, no mínimo curioso. Na foto, um cãozinho com uma sugestiva placa de "Me adote!" serviu de chamariz para uma campanha cheia de solidariedade. Acompanhando a figura do cachorro estava a frase: "Você acha que ele precisa de ajuda?". Pois para os que foram sensibilizados pelas ações envolvendo o Lar dos Velhinhos, esta foi a maneira de chamar a atenção da comunidade para uma causa bastante conhecida: auxiliar financeiramente a entidade, ou simplesmente fazer uma visita. Com a aprovação da atual diretoria, a campanha desenvolvida por amigos, já tomou conta de boa parte da cidade e sempre utiliza uma figura de animal para atrair a atenção.
O Lar dos Velhinhos, que completa 22 anos de atuação, sempre contou com o auxílio de ações vindas da comunidade como campanhas ou doações isoladas. Os familiares dos idosos participam com uma pequena parcela de ajuda à entidade, mas que não chega a ser significativa diante dos gastos.
Para manter em perfeito funcionamento, a ajuda dos iguaçuenses é fundamental, para tanto, a campanha se estende não somente na mídia, tendo a sensibilização como meta, mas também nas doações. Malas diretas também farão parte do projeto. No boleto, a pessoa pode optar por fazer a doação em dinheiro, com R$ 25, R$ 50 ou R$ 100 mensais. A doação pode ser feita diretamente no Sicoob, numa conta aberta especialmente para a entidade.
O projeto prevê a distribuição de 8 mil malas diretas. Numa segunda etapa, antigos colaboradores serão reativados por meio de um cadastro, e na terceira etapa, pessoas físicas poderão participar da campanha, que segue até dia 25 de maio.

2 comentários:

Anônimo disse...

Infelismente,ninguem ajuda essas instituições,nossos politicos não pensam na saúde dos nossos velhilhos,se eu morase aí eu iria visitalos,mas moro no Pará,mas tenho parentes que moram aí Adélia Esmaha.Abraços e que Deus ilumine todos vocês.
JAM

igiam barros da silva disse...

eu me chamo vendedor e trabalho no comercio de foz do iguacu,neste mes estou começando a rifar uma habilitaçao para recadar verba para ajudar os velinhos,esta prevista o sorteio dia 20/02/09 na auto escola jk.
proximo desses dias eu igiam barros da silva levarei o dinheiro arecadado em forma de alimentos e fraldas..agradeço